Ar-condicionado e energia solar: é possível combinar os dois elementos?


Seja em dias frios ou dias quentes, o ar-condicionado é peça-chave na casa de muitos brasileiros. No entanto, junto com o bem-estar que ele proporciona, chega uma incerteza: a conta de energia. Para minimizar os impactos financeiros, muitas famílias têm apostado em sistemas fotovoltaicos, uma solução para conciliar consumo e gasto energético de forma sustentável.


No entanto, na hora da instalação algumas dúvidas podem surgir. Será que as placas serão suficientes para a quantidade de energia consumida? Por isso, nós explicaremos qual sistema deve ser instalado para que a alimentação do ar-condicionado não sofra prejuízos.


Na hora da instalação opte pelo sistema fotovoltaico conectado à rede. Ele é a melhor forma para aproveitar a energia solar sem medo. Recomendamos, no mínimo, quatro placas solares para suprir o consumo de um ar-condicionado. Faça simulação grátis agora.


Como funciona? Em dias de maior incidência solar, seu sistema produzirá muita energia e alimentará sua casa com tranquilidade. Quando houverem dias nublados ou de chuva intensa você não precisa se preocupar, pois conectado à rede elétrica toda energia faltante será suprida pela rede distribuidora da sua cidade.


O sistema usa da mesma lógica para funcionar à noite. O diferencial da energia solar é que ela armazena todo excesso produzido durante o dia. Esse “excesso”, ou seja, toda energia que não foi gasta pela sua família mas que foi convertida, se somará com a rede elétrica somando créditos. Os créditos serão usados para o consumo durante a noite e em dias nublados.


Muito fácil, eficiente e seguro, não é? Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto, em nosso blog tem um texto que explica exatamente esse processo de geração solar com a rede elétrica, basta clicar aqui. Mas se você ficou interessado e deseja conversar mais sobre os benefícios da fotovoltaica, entre em contato com a gente, somos uma empresa referência no setor, com qualidade e tecnologia de ponta.