Quarentena: a importância da exposição ao sol durante o o período isolamento social


O momento incerto que enfrentamos nos impele a permanecer em casa por tempo indeterminado, mas não podemos deixar de lado os hábitos que mantêm nossa saúde em dia. A inviabilidade da manutenção da nossa rotina na rua não pode ser motivo para esquecermos que atividades físicas, estímulos mentais e alimentação adequada são essenciais para a preservação do nosso bem-estar neste período desafiador. Quando tudo nos estimula a não sair de casa, a exposição ao sol deve receber atenção redobrada, afinal, luz solar é energia essencial para o prosperar da vida em sua plenitude. Reunimos algumas informações sobre a importância do banho de sol diário e como ele pode ser realizado. Confira a seguir.


A importância de manter bons níveis de Vitamina D


Responsável pela absorção de cálcio e fósforo no intestino, a vitamina D na verdade é um hormônio cuja principal fonte é sintetização na pele a partir da exposição aos raios solares. A substância é essencial para o bom funcionamento de todas as funções fisiológicas, especialmente para a saúde do sistema esquelético e muscular. O cálcio e o fósforo compõem os ossos e têm papel fundamental no processo de contração muscular, o que inclui os batimentos cardíacos e a saúde do coração.


Além disso, níveis altos de vitamina D atuam em prol do bom funcionamento do sistema imunológico e na prevenção e controle de doenças como osteoporose, obesidade, diabetes, hipertensão e esclerose múltipla.

Falta de disposição, fraqueza e dor muscular são os primeiros sintomas da carência da vitamina.


Como manter a Vitamina D em dia

Para que níveis aceitáveis de Vitamina D sejam sintetizados pelo organismo, médicos indicam que pessoas de pele clara se exponham à luz solar por 15 a 30 minutos por dia, enquanto pessoas de pele escura tomem banhos de sol com duração de 30 minutos a uma hora. Para que a produção da substância seja eficiente, 25% da superfície corporal deve receber luz direta. Isto é, pelo menos o rosto e os braços. Os especialistas alertam para que a exposição ao sol seja evitada entre as 10h e as 15h.


Exposição solar suficiente em tempos de quarentena

Expor-se à luz solar todos os dias pode ser desafiador quando sair de casa deve ser evitado ao máximo, mas é necessário empregar esforços para fazê-lo. Não há segredo para quem vive em uma casa, basta lembrar de tirar alguns minutos do dia para um banho de sol. Para quem vive em apartamento, a tarefa pode ser um pouco mais complicada, mas é necessário encontrar alguma forma de receber a quantidade necessária de luz solar por meio de sacadas, varandas, terraços ou janelas. Quando mesmo isso não for possível, caminhadas ao ar livre podem ser realizadas, mas com muita cautela. Infectologistas alertam que sair à rua deve ser evitado, mas no caso de falta de alternativas, pessoas que não se encontram nos grupos de riscos da Covid19 podem fazê-lo sob os cuidados que todos já conhecemos: mantendo 2 metros de distância das outras pessoas; evitando tocar objetos e o próprio rosto; dando preferência para ruas vazias; realizando todos os medidas de higienização recomendadas pelo Ministério da Saúde.

É importante lembrar que as crianças também precisam de banhos de sol diários.



Cuide de si e da sua família, mantenha-se saudável e positivo. Logo voltaremos à normalidade, mas lembre-se de receber a energia do sol em abundância enquanto isso não acontece. Um abraço da equipe Proinst.