Tendência: Brasil pode se tornar líder em energia solar com maior potencial de investimento


Com incidência solar altíssima durante o ano inteiro, o Brasil é um dos principais países com potencial para se tornar líder global em energia solar. Sua casa e sua empresa devem se programar para ingressar neste mercado e colher os benefícios de economia e sustentabilidade que a energia fotovoltaica proporciona.


A projeção foi feita pelo CEO e fundador da Solfácil, Fábio Carrara. Atualmente a empresa é a primeira fintech brasileira de energia solar. Segundo ele, o retorno de investimento em energia solar é garantido. O mercado vem crescendo 167% ao ano, mas atinge apenas 0,5% dos imóveis brasileiros. Esse é um caminho a ser explorado, principalmente para empreendedores.


O diferencial do nosso país é destaque se comparado com grandes potências mundiais como como Estados Unidos, onde o índice de crescimento é de 3%, ou mesmo na Alemanha que atinge 5% e na Austrália, 20%.


Desenvolvimento, emprego e economia no seu bolso


Não é só de crescimento que vivem as projeções, mas também de economia e geração de valor. A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) avalia o potencial do setor, principalmente em pequenas empresas. Além de se beneficiar da energia fotovoltaica, empreendedores enxergam o resultado mensal em contas de energia cada vez menores e produtividade cada vez maior.


Para a ABSOLAR, pelo menos 4,9 gigawatts (GW) devem ser adicionados à rede em 2021. Além disso, prevê que o setor gere cerca de 145 mil novos empregos no Brasil, sem contar o fomento aos segmentos de geração distribuída (sistema de telhados) e centralizada (usinas solares).


Tudo isso deve representar um crescimento de mais de 65% na capacidade instalada de energia em todo Brasil. Ainda em dúvida sobre a potência da energia solar?


A gente quer te auxiliar a entender os benefícios desse investimento e o quanto ele será rentável a médio e longo prazo para sua família e seus negócios. Vamos agendar uma visita e conhecer sua realidade hoje mesmo?